domingo, 18 de julho de 2010

3 meses + 1

BONJOUR!

GOOD MORNING!

BOM DIA!

SALUT!

HELLO!

OLÁ!

COMMENT ÇA VÁ?

HOW ARE YOU?

COMO VAI?

ÇA VÁ BIEN!

I'M OK!

EU VOU MUITO BEM, OBRIGADO!





Foto / Picture: The Village
Ouvindo: Good People (Jack Johnson) "You win, it's your show now / So, what's it going to be? / Because people will tune in / How many train wrecks do we need to see?


Para aqueles com que convivi em Toronto e que me encontram na internet e para aqueles que me conhecem em Montreal, a pergunta é sempre a mesma: "Qual das duas cidades você gosta mais?" e a resposta é sempre a mesma: "Não existe comparação". Na verdade, as comparações existem, mas não posso dizer que uma é melhor do que a outra. Passei este primeiro mês em Montreal - sim, hoje se completa 1 mês e 3 que cheguei no Canadá - comparando as diferenças entre as duas cidades, é inevitável. Cada uma tem sua própria rotina, pessoas, comportamentos e, não posso esquecer, línguas! 

Tudo começa no aeroporto: placas de sinalização, propagandas, conversas - e muitas outras coisas - deixam o inglês de lado, em letras pequenas, para dar espaço a musicalidade da língua francesa. Com as pessoas: deixa-se para trás o ambiente cosmopolita de Toronto e percebe-se a simplicidade e homogeneidade do povo desta cidade. No metrô e nas ruas não se vê mais iPods, iPhones e Blackberries por todos os lados. Me assustei quando vi um garoto com um "discman" no metrô - não sei quando foi a última vez que vi um em Salvador. Na cidade: Montreal espalha seu charme por todos os lugares que se vá, com seus prédios e casas de estilo antigo, ruas bem pavimentas e arborizadas, ruas estreitas e folhas espalhadas pelas ruas. A realidade é que a simplicidade das pessoas é uma forma de respeitar a beleza da cidade. A vida cultural aqui é excepcional! Festival de jazz, de musica latina, de fogos de artifício, de percussão, de moda e outros, e outros, e outros mais, durante todo o ano! E ainda: parques, museus, cinemas, shoppings. A verdade é que eu fiquei stressado só de pensar em não perder coisa alguma - de uma forma positiva, obviamente. 

É engraçado como as pessoas das duas cidades se enojam, não é difícil perceber o sentimento de desdém quando digo para alguém de Montreal que estive morando em Toronto por um tempo. Mas como bem diz o ditado "quem desdém quer comprar", não é mesmo? E as duas cidades se completam e fazem um casamento perfeito.




:: Poste Indicativo na "Velha Montreal" / Post Code at Old-Montreal :: Região da The Village - Rue Saint Catherine / The Village - Saint Catherine Street :: Performista no Festival de Jazz / Performer at International Jazz Festival

Mais fotos: http://www.facebook.com/album.php?aid=2062572&id=1046507475&l=538dda7648

Nenhum comentário: